Nelson Almeida/AFP
Nelson Almeida/AFP

Quarto advogado de Najila na acusação de estupro contra Neymar deve ser da Bahia

Cosme Araújo Santos é considerado pelos colegas como um dos melhores criminalistas do estado

Gonçalo Junior, Estadão Conteúdo

12 de junho de 2019 | 16h08

A modelo Najila Trindade deve anunciar ainda nesta quarta-feira aquele que será seu quarto advogado para fazer a sua defesa na acusação de agressão e estupro contra o jogador Neymar. O defensor é Cosme Araújo Santos, considerado pelos colegas como um dos melhores criminalistas da Bahia.

O profissional aguarda uma procuração de Najila para que seja oficializado como o novo defensor. Depois de receber o documento, ele virá a São Paulo para conversar pessoalmente com a cliente. O advogado é amigo do pai de Najila, que mora na Bahia. Por isso, decidiu participar do caso.

Os dois já se falaram por telefone, mas a modelo não entrou em detalhes sobre o crime que teria acontecido no dia 15 de maio, em Paris. A modelo registrou um Boletim de Ocorrência no dia 31 de maio na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, na zona sul de São Paulo, por estupro e agressão.

Cosme Araújo Santos deve ser o quarto advogado a assumir o caso pelo lado de Najila. José Edgard Bueno, Yasmin Abdalla e Danilo Garcia de Andrade deixaram a defesa da modelo anteriormente.

O primeiro advogado afirmou que Najila não havia mencionado estupro nas conversas, apenas agressão. Yasmin Abdalla assumiu o caso, mas decidiu apenas oferecer apoio pessoal e indicou Danilo Garcia, especialista na área. Na última segunda-feira, Danilo deixou o caso alegando que havia sido acusado pela própria modelo de roubar um tablet e, por quebra de confiança, não poderia continuar no caso.

O objeto é peça importante na investigação, pois armazenaria imagens do segundo encontro com Neymar que foram gravadas pela modelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.