Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Quarto goleiro reclama da reserva e é afastado do Corinthians

Matheus Vidotto não gostou de ter sido preterido após lesão de Walter. Filipe, do Sub-20, vai para o banco contra o Avaí

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2017 | 15h38

Faltando poucas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro e estando cada vez mais próximo de garantir o título da competição, o líder Corinthians enfrenta um problema interno poucas horas antes da partida contra o Avaí. Após a convocação de Cássio e a lesão do goleiro Walter, o preferido da comissão técnica para entrar em campo neste sábado foi Caíque França, em uma decisão que gerou conflito com outro goleiro do elenco, Matheus Vidotto.

+ Corinthians enfrenta o Avaí e 'apresenta' o jovem Caíque

+ Clayson, Felipe Melo e Daronco são denunciados pelo STJD por confusão no dérbi

Ao ver que não seria escolhido como titular para o jogo contra o time catarinense, o goleiro de 24 anos se irritou e chegou a "desafiar" a diretoria corintiana, afirmando que caso não fosse titular na partida contra o Avaí, preferia ser negociado. A atitude gerou o afastamento do jogador, que não ficará no banco de reservas na partida deste sábado, na Arena Corinthians.

Sem Cássio, Walter e Matheus Vidotto, o time alvinegro fica apenas com Caíque França e Filipe, que veio das categorias de base para compor o elenco. Matheus ainda não atuou nenhuma vez na temporada, ao contrário de Caíque, que fará o seu segundo jogo como titular, e o terceiro no ano.

Não é a primeira vez que o Corinthians tem problema entre seus goleiros e a comissão técnica. Em 2016, Cássio viveu fase ruim e ficou insatisfeito por ter sido mandado para a reserva, chegando a reclamar publicamente do preparador de goleiros, Mauri Lima - na ocasião, ele também afirmou que caso permanecesse no banco, gostaria de ser negociado. No entanto, ele se acertou com Tite e Mauri e voltou ao time pouco tempo depois, após outra lesão de Walter, que havia sido alçado ao time titular em seu lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.