Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Quarto goleiro reclama da reserva e é afastado do Corinthians

Matheus Vidotto não gostou de ter sido preterido após lesão de Walter. Filipe, do Sub-20, vai para o banco contra o Avaí

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

11 Novembro 2017 | 15h38

Faltando poucas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro e estando cada vez mais próximo de garantir o título da competição, o líder Corinthians enfrenta um problema interno poucas horas antes da partida contra o Avaí. Após a convocação de Cássio e a lesão do goleiro Walter, o preferido da comissão técnica para entrar em campo neste sábado foi Caíque França, em uma decisão que gerou conflito com outro goleiro do elenco, Matheus Vidotto.

+ Corinthians enfrenta o Avaí e 'apresenta' o jovem Caíque

+ Clayson, Felipe Melo e Daronco são denunciados pelo STJD por confusão no dérbi

Ao ver que não seria escolhido como titular para o jogo contra o time catarinense, o goleiro de 24 anos se irritou e chegou a "desafiar" a diretoria corintiana, afirmando que caso não fosse titular na partida contra o Avaí, preferia ser negociado. A atitude gerou o afastamento do jogador, que não ficará no banco de reservas na partida deste sábado, na Arena Corinthians.

Sem Cássio, Walter e Matheus Vidotto, o time alvinegro fica apenas com Caíque França e Filipe, que veio das categorias de base para compor o elenco. Matheus ainda não atuou nenhuma vez na temporada, ao contrário de Caíque, que fará o seu segundo jogo como titular, e o terceiro no ano.

Não é a primeira vez que o Corinthians tem problema entre seus goleiros e a comissão técnica. Em 2016, Cássio viveu fase ruim e ficou insatisfeito por ter sido mandado para a reserva, chegando a reclamar publicamente do preparador de goleiros, Mauri Lima - na ocasião, ele também afirmou que caso permanecesse no banco, gostaria de ser negociado. No entanto, ele se acertou com Tite e Mauri e voltou ao time pouco tempo depois, após outra lesão de Walter, que havia sido alçado ao time titular em seu lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.