Quase sem Maicosuel, Botafogo admite negociar Castillo

O Botafogo já está conformado com a saída de Maicosuel. O meia tem tudo acertado para reforçar o Hoffenheim, da Alemanha, e sua contratação deve ser confirmada nos próximos dias pelo clube alemão. Para o time carioca, resta tentar a permanência do jogador até o início de agosto, quando se abre a janela para transferências internacionais. Antes disso, Maicosuel não poderia atuar pela nova equipe.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

20 de maio de 2009 | 20h02

Mas o Botafogo ainda pode perder outro jogador. É o goleiro uruguaio Castillo, que está em fase final de recuperação de uma grave lesão no joelho direito. Quem admite negociá-lo é André Silva, vice-presidente de futebol do clube. "Ele tem o salário um pouco mais alto por se tratar de um jogador de seleção. Se aparecer uma proposta boa para Castillo e para o Botafogo podemos negociá-lo", admitiu o dirigente nesta quarta-feira.

Por outro lado, além de continuar tentando a volta de Lucio Flavio, que não vem sendo aproveitado no Santos, o time de General Severiano também busca acertar a contratação do atacante Otacílio Neto, do Corinthians. O próprio vice-presidente de futebol da equipe paulista, Mário Gobbi, reconheceu a possibilidade. "A negociação pode ser por empréstimo ou até mesmo venda, mas é preciso o jogador querer também", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.