Mauricio Dueñas Castañeda/EFE
Mauricio Dueñas Castañeda/EFE

Queiroz prega respeito à Argentina, mas promete manter 'estilo' colombiano

Técnico da seleção da Colômbia promete 'grande jogo' neste sábado, diante de Messi

Redação, Estadão Conteúdo

14 de junho de 2019 | 22h59

Um dos principais técnicos da Copa América, o português Carlos Queiroz, técnico da seleção da Colômbia, pregou respeito à Argentina, adversário deste sábado, às 19 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela primeira rodada do Grupo B da competição continental.

"Respeitamos e admiramos os jogadores argentinos. Mas o mais importante é o respeito que temos a nós próprios. Vamos fazer um grande jogo e tentar a vitória. É entrar em campo com muito respeito e responsabilidade pelo futebol colombiano", disse o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na capital baiana.

Em sua estreia oficial no comando do time colombiano, Queiroz minimizou a sua importância para o desempenho da equipe em campo. "Eu não sou importante. O que me importa é a Colômbia. O que me preocupa é os jogadores estarem livres e confiantes para jogarem o que sabem. Todo mundo tem a ambição e o desejo de ganhar. A diferença é que, com os anos de trabalho, uns merecem mais do que outros. A Colômbia tem o seu estilo e manterá isso em campo."

Aos 66 anos, o currículo de Queiroz é repleto. Além de acumular passagens por Manchester United (como auxiliar) e Real Madrid, esteve presente na direção de seleções como Irã, Portugal, Emirados Árabes e África do Sul.

O treinador não quis revelar a escalação da Colômbia para a estreia. Uma equipe provável é a seguinte: David Ospina: Santiago Arias, Yerry Mina, Dávinson Sánchez e William Tesillo; Wilmar Barrios, Juan Cuadrado e Matheus Uribe; James Rodríguez, Luis Muriel e Falcao García.

No Grupo B, os colombianos, após o jogo com a Argentina, terão pela frente o Catar, na quarta-feira, no Morumbi, em São Paulo. O último duelo da equipe na primeira fase, no dia 23, será contra o Paraguai, na Fonte Nova, em Salvador. O único título dos colombianos em uma Copa América foi conquistado em 2001, quando jogou em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.