Daniel Teobaldo/Estadão
Daniel Teobaldo/Estadão

'Quero entrar para a história do São Paulo', diz Alexandre Pato

Atacante marcou o último gol na vitória por 3 a 0 sobre o Ceará

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

27 Agosto 2015 | 14h13

Mesmo com o futuro incerto, o atacante Alexandre Pato, autor do terceiro gol do São Paulo na vitória sobre o Ceará, por 3 a 0, que garantiu a classificação à próxima fase da Copa do Brasil, faz planos de fazer história no clube. "Para ser ídolo tem de trabalhar muito, mas vou chegar lá. Espero um dia entrar para a história do São Paulo", afirmou o atacante de 25 anos.

Esse desejo, no entanto, depende de questões contratuais. Cedido pelo Corinthians em troca por Jadson, em fevereiro de 2014, Pato tem apenas mais quatro meses para o fim de seu contrato como São Paulo. Ele pode acabar se transferindo ainda nesta janela, que se encerra no dia 31 de agosto. O Corinthians tem interesse em negociá-lo rapidamente e chegou a oferecê-lo para clubes ingleses.

Se o Corinthians receber alguma proposta de 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 41 milhões), o São Paulo não terá como segurá-lo, pois não vai exercer a cláusula para igualar qualquer oferta em até 48 horas.

"Temos um craque que não temos domínio, que é o Pato. Se chegar a proposta, o Corinthians vai nos avisar e, se isso acontecer, seremos obrigados a liberar o atleta porque não temos dinheiro. Gostaríamos de contratar o Pato no final do ano e estamos tentando viabilizar uma maneira para que isso aconteça. Agora, não há o que fazer. Espero que a proposta não chegue porque é um jogador muito importante aqui", afirmou Ataíde Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol do São Paulo.

Com o gol marcado contra o Ceará, Pato chegou aos 21 na temporada, a melhor marca de toda a sua carreira. A boa fase se explica também pelo seu posicionamento em campo. Com a concordância do jogador, o técnico Juan Carlos Osorio vem escalando Pato aberto pela esquerda, onde vem tendo boas atuações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.