Marcos Brindicci/Reuters - 14/12/2014
Marcos Brindicci/Reuters - 14/12/2014

'Quero jogar tudo o que sei', diz reforço argentino do São Paulo

Formado na base do Racing, meia quer finalmente vingar fora da Argentina, depois de passagem frustrada pelo Genoa

Estadão Conteúdo

30 de janeiro de 2015 | 20h13

Aos 22 anos, Ricardo Centurión terá, no São Paulo, sua segunda chance de se destacar fora do Racing. O garoto foi formado na base do Racing e começou a aparecer em 2012, assumindo rapidamente a titularidade. No ano seguinte, foi emprestado ao Genoa, da Itália, mas não vingou, voltando para Avellaneda. Destaque na conquista do título argentino da temporada passada, sentiu que era o momento de novos desafios e aceitou a oferta tricolor.

"(O técnico do Racing, Diego) Cocca disse que contava comigo, mas disse que respeitava minha decisão como jogador. Coloquei tudo na balança. É claro que ele não gostou que eu vou embora, mas me apoiou. Desta vez é diferente de quando fui para o Genoa. Quero jogar tudo o que sei", disse Centurión à TyC Sports, canal da TV argentina.

Para comprar 70% dos direitos do jogador, o São Paulo elevou um pouco a proposta inicial e pagará 4,2 milhões de euros (cerca de R$ 12,6 milhões) pelo atleta. A oferta inicial havia sido de 4 milhões de euros.

"Chegamos a um acordo. O preço por 100% (dos direitos) era de seis milhões de euros; fechamos por 70%. Ele viaja no máximo amanhã (sábado) para fazer exames médicos", contou o presidente do Racing, Victor Blanco.
Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCCenturión

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.