Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Ricardo Saibun/AE
Ricardo Saibun/AE

'Quero reestrear com gol', projeta André no Santos

Jogador declarou que não queria ter deixado o time em 2010 e que sua passagem pela Europa não foi boa

SANCHES FILHO, Agência Estado

15 de agosto de 2012 | 12h53

SANTOS - Novo reforço do Santos, o atacante André foi oficialmente apresentado pelo clube nesta quarta-feira pela manhã, no CT Rei Pelé, onde festejou o fato de poder defender novamente o time no qual despontou para o futebol brasileiro. Após passagens frustrantes pelo Dínamo de Kiev, da Ucrânia, e pelo Bordeaux, da França, ele retornou ao Brasil para atuar pelo Atlético-MG, antes de acertar o seu retorno à Vila Belmiro. E agora garante estar cheio de motivação para voltar a brilhar pelo time santista, com o qual foi campeão da Copa do Brasil e do Paulistão de 2010.

"Espero que a minha reestreia seja com gol", afirmou André, se referindo ao duelo desta quinta-feira, contra o Figueirense, às 21 horas, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro. "O Muricy (Ramalho) deve conhecer o meu estilo de jogo. Estou motivado e no que ele precisar pode contar comigo. Estou aqui para ajudar e com muita vontade", completou.

Em sua apresentação oficial, André disse que não queria ter saído do Santos em 2010 e acabou sendo obrigado a deixar o clube por causa dos altos valores envolvidos na negociação com o Dínamo de Kiev, mas admitiu que a sua passagem pelo exterior não foi boa. E ele agora festeja o fato de poder reeditar a parceria que formou com Neymar há dois anos.

"O Neymar ligava sempre para mim, pedindo para que eu voltasse ao Santos. Ele é meu amigo particular, e jogo com ele e o Ganso desde as categorias de base do Santos", disse o atacante, destacando que com isso voltará a se entrosar rapidamente com a equipe santista dentro de campo. "Espero ajudar o Santos. Já conheço os jogadores, então não terei problema."

Já ao comentar o fato de o Santos hoje ocupar a 14.ª posição do Campeonato Brasileiro, André disse que essa é uma situação incomum para o clube, mas exibiu otimismo ao projetar a recuperação da equipe. "O Santos não merece estar no lugar em que se encontra. Espero que com a volta do Neymar, e comigo de volta, possamos colaborar para que o time esteja rapidamente na parte de cima da classificação".

André ainda elogiou a iniciativa da diretoria do Santos, que fretou um jatinho para poder contar com Neymar nesta quinta-feira, pouco mais de 24 horas depois de o craque defender a seleção brasileira contra a Suécia, nesta quarta, em amistoso em Estocolmo. "O Neymar é o melhor do Brasil, um dos melhores do mundo, e vale todo tipo de esforço para colocá-lo em campo. Tudo o que for feito é válido", enfatizou.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoSantos FCAndré

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.