Quinta regata pode decidir, diz Torben

Na quarta-feira foi folga para os velejadores que disputam, até sexta-feira, o Mundial de Star, em Olivos, província de Buenos Aires, no Rio da Prata. Bicampeões olímpicos, Torben Grael e Marcelo Ferreira estão em segundo lugar no geral ? atrás dos franceses Xavier Rohart e Pascal Rambeau (bronze olímpico em Atenas/2004) ? e tiraram o dia para passear.Nesta quinta-feira, segundo Torben, a quinta e penúltima regata pode ser decisiva. ?Estamos só dois pontos atrás dos franceses. Em uma competição com mais de 50 barcos, essa diferença é muito pequena?, explicou o único velejador da história com cinco medalhas olímpicas. ?Foi ótimo termos vencido a quarta regata, que foi muito disputada. Se os franceses tivessem ganho, teriam se distanciado ainda mais.?Das seis regatas do Mundial, os velejadores têm direito ao descarte do pior resultado. ?Os líderes estão com descarte melhor que o nosso: um sexto lugar. Nós temos um oitavo. A maior dificuldade é a água doce. O barco fica um pouco mais pesado?, disse Torben.

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2005 | 09h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.