Vitor Silva/Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Rabello confia em vaga do Botafogo na Libertadores e lamenta ausência de Carli

Equipe carioca está na 9ª posição do Brasileirão com 47 pontos e encara o Santos fora de casa na próxima rodada

Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2018 | 15h14

"Xerife" do Botafogo, o zagueiro Igor Rabello confia que a equipe consiga uma vaga na próxima Copa Libertadores. Apesar da dificuldade da missão, o defensor foi ambicioso e, considerando a arrancada fulminante do time nas últimas rodadas, disse acreditar que o sonho de jogar a competição sul-americana é possível.

"A gente estava em situação difícil, conseguimos sair. Sonhar é possível sempre, focar jogo a jogo", disse Rabello, que ponderou que não ficará insatisfeito com a classificação à Copa Sul-Americana. "Mesmo ganhando as três partidas ainda fica difícil (estar na Libertadores), depende de outros resultados, mas Sul-Americana é um objetivo que queremos alcançar também."

Jogador que mais atuou pelo Botafogo neste ano - foram 58 aparições e apenas uma ausência, contra o Grêmio - Igor Rabello não terá seu parceiro de zaga contra o Santos, nesta quarta-feira, às 21 horas, na Vila Belmiro, em duelo da 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Joel Carli está suspenso e, além disso, machucado. Rabello lamentou o desfalque do companheiro, mas garantiu que o time tem peças à altura para compor a retaguarda.

"A gente está bastante entrosado, cara muito experiente, está sempre orientando o time, buscando falar com o árbitro, é nosso capitão", lamentou. "Perdemos na experiência dele, mas temos o Marcelo e Yago que estão trabalhando forte todos os dias", emendou o botafoguense.

Rabello terá como missão principal no duelo na Vila Belmiro parar Gabriel, artilheiro do torneio, com 17 gols, e seu antigo colega na época em que defenderam a seleção brasileira sub-20.

"Sabemos da qualidade do Santos, com Gabriel, Rodrygo. Joguei com o Gabigol na seleção sub-20, sei o estilo dele, gosta de buscar jogo, infiltrar nas costas do zagueiro. Conheço bem ele, espero sair vencedor", disse.

Depois de vencer quatro jogos seguidos, o Botafogo pulou para a nona posição, com 47 pontos e está a seis do Atlético-MG, sexto colocado e que, no momento, fica com a última vaga na Libertadores. O duelo em Santos tem ainda mais relevância pois o time paulista, que soma 46 pontos, também briga por uma vaga no G-6.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.