Bruno Cantini/Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG

Rabello destaca importância da Sul-Americana ao Atlético-MG: 'Vamos com tudo'

Equipe mineira enfrenta o Unión La Calera, do Chile, nesta terça-feira, em Belo Horizonte

Redação, Estadão Conteúdo

27 de maio de 2019 | 18h37

O Atlético-MG disputa o sétimo jogo decisivo na temporada de 2019, nesta terça-feira, diante do Unión La Calera, do Chile, às 21h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. O time precisa de uma vantagem de ao menos dois gols para se classificar diretamente. O momento de tensão é agradável para o zagueiro Igor Rabello.

"Momento decisivo é o que o atleta mais gosta. Precisamos de dois gols e vamos entrar mais focados para não tomarmos o gol. O jogo lá foi atípico. O gramado artificial, muito frio... Tomamos um gol inesperado. Aqui o jogo vai ser diferente e sairemos com a classificação. Sabemos da importância do campeonato e vamos entrar com tudo pela classificação", disse o defensor, que não concorda com as críticas, após as derrotas pera o Union La Calera e para o Grêmio, este pelo Campeonato Brasileiro.

"A gente vinha de uma vitória sobre o Flamengo com um jogador a menos. Não fomos bem no primeiro tempo contra o Grêmio, mas no segundo melhoramos. Tomamos o gol logo no começo e ainda assim conseguimos controlar o jogo, tivemos chance de empatar e até ganhar. Merecíamos o empate", disse Igor Rabello, que destacou algumas qualidades do rival chileno.

"Eles têm o estilo do Santos, do Sampaoli. Tocam muito bem a bola. Talvez aqui eles possam esperar mais para sair para o jogo. Os zagueiros saem bastante e temos de tomar cuidado com isso", disse o zagueiro, que se considera um privilegiado por atuar ao lado dos experientes Réver e Leonardo Silva. "São dois caras experientes, sempre vi eles jogarem desde a base, sempre me inspirei neles. São caras que passam experiência dentro e fora de campo. É um prazer imenso jogar ao lado deles".

O Atlético-MG treinou nesta segunda-feira na Cidade do Galo, seu CT em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. O treino foi fechado para os jornalistas e teve duas ausências: Chará e Ricardo Oliveira. A escalação provável para enfrentar o Unión La Calera: Victor; Patric, Léo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Elias, Geuvânio, Luan e Chará (Cazares); Ricardo Oliveira (Alerrandro).

Réver, que quebrou o nariz na vitória sobre o Flamengo, foi para o campo, mas sem chuteira e também sem a máscara de proteção. O capitão não enfrenta o Unión La Calera, mas deve reforçar o time neste domingo, às 19 horas, contra o CSA, em casa, pelo Brasileirão.

Tudo o que sabemos sobre:
Atlético MineiroIgor Rabellofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.