Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Rabello lamenta erros do Atlético-MG, mas mantém fé na classificação

Equipe alvinegra foi derrotada pelo rival Cruzeiro por 3 a 0 no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de julho de 2019 | 23h17

O abatimento dos jogadores do Atlético-MG era nítido após a derrota sofrida para o Cruzeiro, por 3 a 0, na noite desta quinta-feira, no Mineirão, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

O zagueiro Igor Rabello lamentou a falta de pegada na marcação e o baixo aproveitamento nas finalizações, mas não jogou a toalha e mostrou que ainda acredita na classificação do Atlético-MG às semifinais.

"Não tem nada resolvido. Sabemos que somos fortes no Independência. Acho que a gente não teve uma pegada forte na marcação e não conseguimos acertar a finalização. Infelizmente, eles tiveram três chances e aproveitaram", analisou o defensor.

Na próxima quarta-feira, os dois times voltam a se enfrentar em Belo Horizonte. O Atlético-MG precisa ganhar por pelo menos quatro gols de vantagem para se classificar sem a necessidade de pênaltis.

Antes, o Atlético-MG vai até Chapecó no domingo enfrentar a Chapecoense, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Rodrigo Santana vai mandar a campo um time misto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.