Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Rabello pede paciência e diz que evolução do Atlético com Sampaoli será gradual

Zagueiro conta primeiras conversas com o treinador: 'Ele já deixou claro que gosta de jogar para frente sempre, dentro ou fora de casa'

Redação, Estadão Conteúdo

10 de março de 2020 | 16h46

Um dia após Jorge Sampaoli ser apresentado como técnico do Atlético-MG, as primeiras impressões sobre o começo de trabalho do treinador e o seu perfil foram o foco da entrevista coletiva do zagueiro Igor Rabello. O defensor deixou claro que a ideia do novo comandante é colocar em campo um time ofensivo, mas ressaltou que o estilo do argentino só será implementado gradualmente.

A estreia de Sampaoli será no sábado, quando o Atlético visitará o Villa Nova, no Castor Cifuentes, pelo Campeonato Mineiro. "Ele já deixou claro que gosta de jogar para frente sempre, dentro ou fora de casa. Vemos como uma forma positiva. Estamos bem esperançosos para desempenhar o melhor futebol. Temos de ter um pouco de calma. Não dá para mudar tudo do nada", afirmou.

Rabello, porém, acredita que o tempo extra para treinos do Atlético em função das eliminações da Copa do Brasil e da Sul-Americana ajudará a acelerar esse processo de adaptação. "Tivemos duas eliminações complicadas. Primeira vez que passo por isso, mas agora já foi. Vai ser uma situação boa para treinar mais e nos adaptar ao estilo do Sampaoli", disse.

O zagueiro atleticano também explicou que o treinador apresentou as suas ideias em um vídeo exibido ao elenco atleticano. "Estava todo mundo muito esperançoso, querendo saber detalhes. Ele conversou com a gente, passou vídeos e mostrou a forma como gosta de jogar. É um cara que é rígido, mas ao mesmo tempo é uma pessoa boa e que quer nos ajudar", comentou.

A chegada de Sampaoli ao Atlético também deve representar o início de novas investidas do clube no mercado de transferências. Rabello garantiu que a possibilidade de o time contratar o zagueiro santista Lucas Veríssimo é vista com bons olhos pelo jogador.

"Estava acompanhando e vi que surgiu o nome do Lucas Veríssimo. Já jogamos contra. É um cara que tem uma qualidade absurda e vai ajudar bastante até por conhecer o trabalho do Sampaoli", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.