Racing: agonia seguirá até fevereiro

A torcida do Racing espera há 35 anos para comemorar novamente um título argentino. A agonia, que podia terminar neste domingo, vai estender-se até fevereiro. A última rodada do Torneio Apertura ? primeira parte da temporada local de 2001-2002 ? havia sido adiada para quinta-feira, dia 27, por causa da situação tensa no país. Mas, na noite de sexta-feira, o sindicato dos atletas profissionais da Argentina anunciou que seus associados não entrariam em campo. ?Primeiro, devemos cuidar da segurança das pessoas?, justificou Sergio Marchi, representante dos atletas. ?Depois, pensaremos no futebol.? O Racing lidera, com 41 pontos, três a mais do que o vice-líder River Plate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.