Luis Benavides/AP
Luis Benavides/AP

Racing ganha de virada na Colômbia e será o rival do Corinthians na Sul-Americana

Argentinos, que haviam vencido o Independiente Medellín por 3 a 1 na ida, fazem 3 a 2 e virão à Itaquera nas oitavas

Estadão Conteúdo

28 de julho de 2017 | 00h06

O Racing mostrou um grande poder de superação, nesta quinta-feira, para avançar na Copa Sul-Americana. Com a vantagem de ter vencido em casa por 3 a 1, no jogo de ida, o time da Argentina entrou em campo confiante contra o Independiente Medellín, no estádio Atanásio Girardot, em Medellín, na Colômbia, mas viu os donos da casa abrirem 2 a 0 ainda no primeiro tempo. Na raça, os argentinos viraram para 3 a 2 e agora terão pela frente o Corinthians nas oitavas de final.

Em campo, em apenas 24 minutos o Independiente Medellín conseguiu o que precisava para reverter a desvantagem que tinha no confronto pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Os gols, aos quatro e aos 24, foram, do centroavante Leonardo Castro, quase da mesma maneira - cruzamento rasteiro na pequena área e toque de primeira para as redes.

Sem se abater, o Racing não deixou de atacar e conseguiu o primeiro gol ainda antes do intervalo. Aos 45 minutos, após cruzamento da esquerda, Diego González se antecipou à zaga colombiano e na primeira trave marcou de cabeça o gol que naquele momento colocava novamente os argentinos em vantagem.

No segundo tempo, tudo conspirou a favor do Racing. Aos 16 minutos, um pênalti foi marcado e Pablo Cuadra empatou a partida. Perdido em campo, o Independiente Medellín teve dois jogadores expulsos - Edinson Toloza e Juan Camilo Saíz - e o clube argentino aproveitou para fazer o terceiro com Brian Mansilla, aos 43. E ainda teve tempo para os colombianos terem o terceiro atleta - Jonathan Lopera, nos acréscimos - a receber o cartão vermelho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.