Racing Santander é excluído da próxima Copa do Rei após abandonar jogo

Sem receber salários há meses, jogadores da equipe se recusaram a disputar jogo contra a Real Sociedad

Agência Estado

31 de janeiro de 2014 | 14h09

MADRI - A decisão dos jogadores do Racing Santander de abandonarem o duelo de quartas de final da Copa do Rei diante da Real Sociedad, na última quinta-feira, desagradou a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF). Nesta sexta-feira, a entidade anunciou que o clube está banido da competição na próxima temporada, como punição pelo boicote de seus atletas.

Sem receber salários há meses, o elenco do Racing Santander avisou que não enfrentaria a Real Sociedad na partida de volta das quartas se o presidente Ángel Lavín e toda sua diretoria não renunciassem. Com a manutenção dos dirigentes no poder, os jogadores se abraçaram no meio de campo do estádio Sardinero após o apito inicial do árbitro, que encerrou a partida.

Nesta sexta, a RFEF se manifestou sobre o assunto, e além de banir o clube da competição em 2014/2015, aplicou uma multa de 3.006 euros, (cerca de R$ 10 mil). A entidade ainda oficializou que a Real Sociedad foi declarada vencedora das quartas de final, após vencer o jogo de ida por 3 a 1, e enfrentará o Barcelona na semifinal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.