Reprodução
Reprodução

Polícia abre inquérito contra torcedores do São Paulo por atos de racismo no Morumbi

Um dos torcedores se apresentou à polícia e presta depoimento na delegacia na tarde desta segunda-feira

Pedro Ramos, O Estado de S.Paulo

18 de julho de 2022 | 12h48
Atualizado 18 de julho de 2022 | 16h16

A Polícia Civil instaurou inquérito policial por injúria racial contra dois torcedores do São Paulo que fizeram gestos considerados racistas para um torcedor do Fluminense, que divulgou o vídeo do episódio nas redes sociais. Os casos ocorreram durante a partida entre os dois times pelo Brasileirão, no último domingo. Um dos torcedores se apresentou à polícia para prestar depoimento na delegacia na tarde desta segunda-feira e negou que o ato fosse racista.

"Já estamos trabalhando na identificação facial deles. Conversei com o presidente do São Paulo (Julio Casares), que disse que os dois serão punidos pelo clube", disse o delegado Cesar Saad, da Delegaria de Repressão a Crimes de Intolerância Esportiva (Drade), ao Estadão. A polícia também tenta contato com o torcedor do Fluminense que denunciou o caso. 

Em um vídeo, um homem de camisa vermelha faz claros gestos de macaco também em direção a torcedores do Fluminense. Em outro vídeo, um torcedor, que veste uma camisa em homenagem ao ídolo Leônidas da Silva (negro), supostamente imita um macaco. Logo em seguida, aproximam-se alguns policiais militares, que nada fazem.

O São Paulo informou que abriu dois boletins de ocorrência contra os torcedores que praticaram atos de racismo e confirmou que tem colaborado com as autoridades para a investigação dos casos. "O São Paulo Futebol Clube lamenta as manifestações de racismo contra um torcedor do Fluminense ocorridas na partida desta tarde no Estádio do Morumbi e as repudia com veemência. O Tricolor reafirma que é contra todo tipo de discriminação, repudia qualquer forma de ofensa de cunho racial e se coloca à disposição das autoridades para apurar os fatos e ajudar a identificar o agressor. O São Paulo Futebol Clube é de todos, e no Morumbi não há espaço para racismo. Racistas não são bem-vindos".

O Fluminense também condenou os episódios e se colocou à disposição do seu torcedor que denunciou um dos episódios. "O Fluminense Football Club tomou conhecimento, através da manifestação de um de seus torcedores em rede social, de uma grave denúncia de ofensa de cunho racial sofrida nas arquibancadas do Morumbi na partida de hoje entre São Paulo x Fluminense. O clube declara estar à disposição do seu torcedor e repudia severamente qualquer ato discriminatório, solicitando celeridade das autoridades na investigação do caso. O preconceito precisa ser erradicado de todos os ambientes da sociedade, inclusive do Futebol".

A partida entre São Paulo e Fluminense terminou empatada em 2 a 2. Mais de 47 mil torcedores compareceram ao estádio do Morumbi, que também contou com ótima presença no setor visitante, destinado à torcida do Fluminense neste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.