Radamés no STJD por falta de fair-play

Uma denúncia da procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) surpreendeu nesta sexta-feira o Fluminense, que pode perder o meia Radamés para a partida contra o Santos, no dia 12, pelo Campeonato Brasileiro. O procurador Murilo Kieling considerou que faltou "fair-play" ao atleta no confronto da última rodada, contra o Flamengo, o que poderá causar-lhe uma suspensão por até três jogos.Radamés foi denunciado porque não devolveu a bola para o Flamengo, após a partida ter sido paralisada para o atendimento médico a um atleta. Na reposição da bola, o meia tricolor armou um contra-ataque que quase resultou em gol. A atitude provocou revolta nos jogadores rubro-negros, principalmente no meia Renato e no zagueiro Júnior Baiano, que reagiram com agressões verbais contra o adversário."Foi um ato desleal. Não está na regra, mas quando a bola é parada, já há uma cultura, uma convenção para que o jogador faça a entrega gratuita para o time que detém a posse da bola. Isso ocorre até em pelada de rua", afirmou o procurador do STJD. A denúncia foi feita no artigo n.º 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) - praticar ato desleal ou inconveniente - e a suspensão vai de uma a três partidas. "O atleta do Fluminense agiu maliciosamente e atentando contra a moral desportiva." O presidente do tribunal Luiz Zveiter analisará a denúncia e decidirá se a acata ou rejeita. Já a reação de Radamés ao fato foi de indignação. O jogador contestou o procurador do STJD, mas afirmou que o episódio não o abalou. "Acho que meu ato não foi falta de fair-play. Não tinha que devolver a bola para o Flamengo, porque a posse já era nossa, quando tudo parou", se defendeu o atleta.A boa notícia nesta sexta no STJD para o Fluminense foram as punições de uma partida de suspensão para os atacantes Tuta e Alex, por causa das expulsões contra o Treze-PB, durante a segunda partida da quartas-de-final da Copa do Brasil. Como os atletas já cumpriram a pena poderão atuar normalmente contra o Paulista, no dia 15, no primeiro confronto pela final da competição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.