Ross Setford/AP
Ross Setford/AP

Rafa Márquez é acusado de envolvimento com o narcotráfico

Departamento do Tesouro dos Estados Unidos inclui jogador mexicano na lista de 22 pessoas sancionadas

O Estado de S.Paulo

09 de agosto de 2017 | 15h37

O jogador mexicano Rafa Marquez está na lista de 22 pessoas sancionadas nesta quarta-feira pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos por supostas ligações com organização de tráfico de drogas. Rafa Marquez seria testa de ferro de um narcotraficante mexicano. A agência informou em um comunicado que também foram sancionadas 42 entidades mexicanas, incluindo um clube de futebol e um cassino.

As sanções são, de acordo com o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, resultado de uma investigação de vários anos contra uma organização supostamente liderada por Raúl Hernández Flores.

Entre as pessoas sancionadas, além de Rafa Marquez está o cantor Julio Cesar Alvarez Montelongo, conhecido como Julion. "Ambos os homens têm relações de longa data com Flores Hernández, e têm servido como figuras para ele e sua organização de tráfico de drogas e têm ativos em seu nome ", disse o Tesouro norte-americano.

Rafa Marquez, tem 38 anos, é o capitão da seleção mexicana e, ao longo da carreira, defendeu clubes como Barcelona, Monaco e Red Bulls New Iorque. Atualmente ele joga no Atlas de Guadalajara, time da Primeira Divisão Mexicana.

De acordo com o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, agências do governo mexicano trabalharam em conjunto, incluindo o Ministério das Finanças do México, para aplicar sanções financeiras.

Tudo o que sabemos sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.