Rafael estreia no Napoli com vitória em jogo amistoso

A estreia de Rafael, ex-Santos, no Napoli foi vitoriosa. Nesta segunda-feira, em uma grande festa promovida pelo clube italiano no estádio San Paolo, em Nápoles, para apresentar os reforços e o elenco para esta temporada, o goleiro teve uma boa atuação, com boas defesas, na vitória napolitana por 3 a 1 no amistoso contra o Galatasaray, da Turquia.

AE, Agência Estado

29 de julho de 2013 | 18h08

Com mais de 40 mil pessoas no estádio, o presidente Aurélio De Laurentiis apresentou oficialmente à torcida os reforços para a disputa do Campeonato Italiano, da Copa da Itália e da Liga dos Campeões da Europa. Além do técnico espanhol Rafa Benítez, que substitui Walter Mazzari, chegaram Rafael, os espanhóis Albiol (zagueiro) e Callejón (atacante), o holandês Mertens (meia) e o centroavante argentino Gonzalo Higuaín, contratado depois da saída do uruguaio Edison Cavani para o Paris Saint-Germain.

Em campo, o Napoli começou mais agressivo e abriu o placar logo aos cinco minutos. Após cruzamento de Insigne pela esquerda, o atacante macedônio Pandev cabeceou no ângulo esquerdo alto de Muslera. Com a vantagem, o time italiano recuou e o Galatasaray criou algumas chances de gol. Rafael foi exigido uma vez e fez boa defesa no chute do marfinense Drogba.

Na segunda etapa, a equipe turca seguiu pressionando e conseguiu o empate com um belo gol de Amrabat, aos 13 minutos, depois de cortar o zagueiro Cannavaro dentro da área e acertar um chute forte no ângulo direito de Rafael, que não teve chance na jogada.

Com várias substituições, a partida ficou mais amarrada até que apareceu a habilidade de Insigne, aos 36 minutos. O atacante deu passe perfeito para o colombiano Zuniga dentro da área e o ala esquerdo só teve o trabalho de driblar Muslera e deixar o Napoli na frente do placar novamente.

No final, depois de Rafael aparecer bem com duas defesas em chutes de fora da área, o Napoli conseguiu ampliar a vantagem. Aos 45, o centroavante Calaiò foi derrubado na área e o pênalti foi marcado. Muslera reclamou muito do árbitro e foi expulso. Na sequência, Insigne cobrou no canto direito e decretou a vitória napolitana por 3 a 1.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolNapoliRafael

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.