Rafael Marques agradece apoio da torcida do Botafogo

O Botafogo jogou mal, somente empatou com o Boavista por 2 a 2 e, com isso, perdeu o primeiro lugar do grupo A e a vantagem de jogar por um empate na semifinal da Taça Guanabara. Mas, para dois jogadores botafoguenses, o jogo até que não foi tão ruim assim.

AE, Agência Estado

25 de fevereiro de 2013 | 20h06

O lateral direito Lucas acredita ter feito seu "melhor jogo do ano". E o atacante Rafael Marques, que começou como titular, não conseguiu marcar, mas ainda assim foi aplaudido pela torcida.

Uma mudança e tanto de cenário, já que o atleta - que veio do futebol japonês no meio de 2012 por indicação do técnico Oswaldo de Oliveira e ainda não marcou nenhum gol - costumava ser um dos principais alvos das vaias da torcida.

Agora, Marques disse estar sonhando com um gol no clássico contra o Flamengo: "Nada melhor do que aplausos depois das vaias. Consegui mudar um pouco o que acontecia no ano passado. Está bom, mas não é o ideal".

O lateral Lucas contou ter ficado feliz com o gol (o primeiro do Botafogo, quando estava 2 a 0 para o Boavista) e a atuação individual. "Mas gosto sempre de analisar as coisas pelo lado coletivo. Sabemos que ficamos devendo. Queríamos a vitória e infelizmente não aconteceu", disse o jogador. Flamengo e Botafogo se enfrentam no domingo e o rubro-negro tem a vantagem do empate.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoRafael Marques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.