Divulgação
Divulgação

Rafael Marques celebra volta ao Palmeiras e exalta Oswaldo

Atacante de 31 anos teve passagem apagada pelo clube em 2004, mas se diz mais experiente e festeja reencontro com treinador

Estadão Conteúdo

15 de janeiro de 2015 | 14h25

O Palmeiras apresentou nesta quinta-feira mais um reforço para a temporada 2015. O atacante Rafael Marques foi contratado junto ao Henan Jianye, da China, por empréstimo até o fim do ano e terá a chance de reescrever sua história no clube, onde passou sem sucesso em 2004. O jogador de 31 anos celebrou a oportunidade de voltar a vestir a camisa alviverde.

"Eu chego mais experiente, vejo isso como um ponto positivo. Voltar a vestir essa camisa é uma sensação que só eu sei o que estou sentindo. O momento é outro, o projeto é outro, estou muito empolgado e espero um ano de muitas conquistas", declarou.

Rafael Marques foi um pedido do técnico Oswaldo de Oliveira, com quem trabalhou no Botafogo em 2012. Mas eles se conhecem há bastante tempo, uma vez que tiveram longa passagem pelo futebol japonês. O atacante atuou pelo Omiya Ardija de 2009 a 2012, enquanto o treinador comandou o Kashima Antlers de 2007 a 2011.

"Sou suspeito para falar do Oswaldo. Ele me conheceu no Japão, jogando contra, e me indicou para o Botafogo e agora para o Palmeiras. Para mim, ele é um professor, não só um treinador. Ele é uma pessoa educada, sabe se comunicar com os jogadores. Estou muito feliz por poder voltar a trabalhar com ele", comentou o jogador.

De volta ao Brasil depois de uma temporada na China, Rafael Marques falou um pouco sobre o primeiro adversário do Palmeiras em 2015. No sábado, a equipe fará um amistoso com o time chinês do Shandong Luneng, no Allianz Parque.

"O Shandong tem o Vágner (Love), com quem trabalhei aqui, em 2004, Aloísio, Montillo e Júnior Urso. O time melhorou muito com a chegada do Cuca. Foi difícil para ele no começo. Lá, é um futebol de muita força. Os brasileiros fazem a diferença", analisou o atacante.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasRafael Marques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.