Alisson Guimarães/Cruzeiro
Alisson Guimarães/Cruzeiro

Rafael Marques revela que Cruzeiro será ofensivo em Salvador

Atacante diz que time precisa recuperar os pontos perdidos em casa no último domingo

Estadão Conteúdo

06 de junho de 2017 | 19h04

O atacante Rafael Marques, do Cruzeiro, minimizou a pressão da torcida após a derrota para a Chapecoense, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, no domingo passado, e projetou a recuperação dos pontos perdidos em casa na partida contra o Bahia, nesta quinta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista ao site oficial do clube, o jogador elogiou o adversário (que tem o melhor ataque), mas enfatizou que o time mineiro buscará a vitória.

"Temos que sentir as derrotas, mas o pensamento nosso é ir à Bahia e, com todo o respeito, buscar os três pontos. Temos que nos acostumar com isso. Em alguns momentos não conseguiremos, porque do outro lado tem também jogadores com objetivos no campeonato. Temos que estar cientes no que devemos melhorar. Sabemos da dificuldade que é o jogo lá. O Bahia é uma equipe que está bem, que tem jogadores rápidos. Vamos procurar buscar os pontos que perdemos em casa", relatou o atacante.

Rafael Marques, de 32 anos, com passagens vencedoras por Botafogo e Palmeiras, entre outros times, considerou normal a reação negativa da torcida cruzeirense, que vaiou a equipe após o revés sofrido diante dos catarinenses. O jogador reconheceu a apresentação ruim do time e avaliou que é preciso tranquilidade para se recuperar na temporada.

"Precisamos ter a cabeça tranquila. Sabemos da nossa responsabilidade e que não foi o jogo que queríamos, principalmente por ser dentro do Mineirão. Com o nosso objetivo de brigar na ponta da tabela e pelo título, temos que fazer o dever de casa. Fica o gosto amargo, ainda mais vendo o jogo depois. Sempre vejo para ver o que errei, o que fiz de positivo ou o que posso melhorar", admitiu Rafael Marques.

Apesar do resultado negativo na última rodada, o Cruzeiro segue entre os 10 primeiros colocados do Brasileirão neste início de competição. Com sete pontos, ocupa a oitava colocação, mas perde em critérios de desempate para Ponte Preta e Botafogo, que têm a mesma pontuação, mas aparecem à frente na tabela de classificação (sexto e sétimo colocados, respectivamente).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroRafael Marques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.