Rafael Moura supera amidalite e defende o Atlético-PR

O atacante Rafael Moura não quer saber de ficar de fora da decisão deste domingo, quando o Atlético-PR recebe o Flamengo precisando da vitória para evitar o rebaixamento à Série B. O atacante chegou a não treinar na última terça-feira, por causa de uma forte amidalite, mas garantiu neste sábado que estará em campo na Arena da Baixada."Eu ainda estou debilitado, mas já venho passando por algumas dificuldades de lesão", revelou o atacante, que mostrou confiança ao falar sobre as chances do Atlético de se salvar da queda. "Com a ajuda do grupo e da nossa torcida, que vai lotar o nosso caldeirão, estou confiante que o Atlético não vai cair."O time atleticano está na 16.ª colocação, com 42 pontos, e a uma posição da zona de rebaixamento. Se não derrotar o Flamengo, a equipe paranaense tem que torcer para que Figueirense e Vasco não vençam seus jogos, contra Internacional e Vitória, respectivamente.Para Rafael Moura, a união do grupo pode levar o Atlético à vitória neste domingo. "Precisamos entrar em campo e se doar ao máximo. A nossa união e o nosso pacto tem que valer mais do que nunca nessa partida contra o Flamengo", disse o atacante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.