Shuji Kajiyama/AP
Shuji Kajiyama/AP

Rafael prevê jogo 'dificílimo' contra Kashiwa Reysol no Mundial de Clubes

'É uma equipe de qualidade, bem organizada e entrosada', avaliou o goleiro do Santos

ESPN.com.br,

11 de dezembro de 2011 | 20h12

NAGOYA - O Santos conheceu neste domingo seu adversário na estreia do Mundial de Clubes: será o Kashiwa Reysol, que eliminou o Monterrey nos pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação. Ao analisar o oponente, o goleiro do time brasileiro, Rafael, foi respeitoso.

"É uma equipe de qualidade, bem organizada e entrosada. A bola parada deles é muito boa, tanto de um lado, com o Jorge Wagner, quanto do outro, com o Leandro Domingues. Os zagueiros e atacantes sobem muito. Eles estão muito bem treinados pelo Nelsinho (Baptista, técnico), correm, têm uma preparação física muito boa. Não foi surpresa nenhuma terem vencido. Vai ser um jogo dificílimo", disse o camisa 1.

A classificação do Kashiwa surpreende um pouco, já que, até pouco mais de uma semana atrás, o time nem havia se classificado para o Mundial. Além de bater o Monterrey, representante da Concacaf, a equipe precisou se sagrar campeã nacional na última rodada da J-League (Campeonato Japonês), em 3 de dezembro, e em seguida passar por seletiva diante do neozelandês Auckland City para entrar nas quartas de final da competição.

O próprio Rafael reconheceu, instantes depois de dizer o contrário, que esperava pela classificação dos mexicanos. "Todo mundo esperava. Mas sabia que o Kashiwa daria trabalho. Foi muito nítido em alguns momentos que o Monterrey estava de férias. Achei eles um pouco sem ritmo. Mas o Kashiwa venceu, então agora temos que pensar neles", analisou.

Campeão da Libertadores, o Santos tem mais dois dias de preparação para enfrentar o Kashiwa, pois a estreia brasileira está marcada para as 19h30 (8h30, no horário de Brasília) de quarta-feira, no Toyota Stadium. O elenco santista treinará na noite desta segunda, ainda em Nagoya, e no dia seguinte fará reconhecimento do palco da partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.