Rafael Silva comemora sucesso e artilharia e quer ajudar o Vasco a se salvar

No Vasco desde a temporada passada - vindo do Ituano, onde foi campeão paulista em 2014 -, o atacante Rafael Silva tem tido sucesso com a camisa da equipe de São Januário com gols importantes e atuações decisivas em partidas pelo Campeonato Carioca, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Após marcar contra o Palmeiras no último fim de semana, se tornou o artilheiro do time em 2015 com 10 gols, ultrapassando Gilberto (já fora do clube), que tem nove.

Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2015 | 22h04

Com o técnico Doriva em 2015, Rafael Silva fez partidas marcantes com a camisa vascaína no Estadual, principalmente nos clássicos. Nas finais contra o Botafogo fez dois gols e ajudou a consagrar o time campeão após 12 anos. Pelas oitavas da Copa do Brasil, não foi diferente. O atacante marcou um gol contra o Flamengo, empatando a partida e classificando o Vasco para a fase seguinte da competição.

"Os objetivos individuais não são prioridades para mim neste momento, mas confesso que estou feliz de ter me tornado o artilheiro do Vasco no ano. O meu foco total agora é tirar o clube dessa situação", disse o atacante em entrevista ao site oficial do clube carioca.

Nesta arrancada do Vasco na luta contra o rebaixamento no Brasileirão, Rafael Silva também deu a sua contribuição, marcando duas vezes no empate contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, e também no triunfo diante dos palmeirenses. O atleta agora já está pensando no jogo importante contra o líder Corinthians, em São Januário, na próxima quinta-feira, e espera que o time continue vencendo.

"Confio que vamos sair dessa situação. Vamos ter fé em Deus e pés no chão que vamos conseguir. O jogo contra o Corinthians será muito importante, sabemos da qualidade deles, mas na nossa casa temos que nos impor e ditar o ritmo da partida", ressaltou Rafael Silva.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoRafael Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.