Washington Alves/Light Press
Washington Alves/Light Press

Rafael Sóbis não participa de treino e pode desfalcar Cruzeiro na Copa do Brasil

Atacante sofre com desgaste muscular

O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2017 | 20h06

O atacante Rafael Sóbis - com um desgaste muscular - não participou do treinamento desta terça-feira, na Toca da Raposa, em Belo Horizonte, e se tornou uma preocupação para o jogo contra o São Paulo, nesta quinta, às 21h30, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela rodada de ida da quarta fase da Copa do Brasil.

O goleiro Fábio, ídolo da torcida, que voltou à equipe no último domingo na partida contra o Democrata-GV, na rodada que fechou a primeira fase do Campeonato Mineiro, compôs o time reserva e não deverá enfrentar o São Paulo. O meia uruguaio Arrascaeta e o lateral-direito Ezequiel foram poupados do treinamento, mas não devem ser desfalques.

Se recuperando de uma lesão de grau 2 na coxa esquerda, o volante Henrique fez trabalhos específicos. O atacante Robinho - que tem uma lesão de grau três na coxa direita - correu em volta do campo e continua entregue à fisioterapia.

Na atividade desta terça-feira, o técnico Mano Menezes colocou em campo a seguinte formação: Rafael; Mayke, Leo, Manoel e Diogo Barbosa; Hudson e Ariel Cabral; Rafinha, Thiago Neves e Alisson; Ramón Ábila.

O meio-campista argentino Ariel Cabral, durante entrevista coletiva nesta terça-feira, considerou que o Cruzeiro precisa estar bastante concentrado para não levar gols e voltar com um resultado positivo da capital paulista. "É um jogo difícil. Copa do Brasil é assim. Importante não tomarmos gol. É chegar lá, jogar, fazer as coisas do jeito que estamos fazendo. E vamos tratar de tentar fazer gols também e jogar uma boa partida", projetou o jogador.

Ariel Cabral também minimizou o retrospecto positivo do time mineiro sobre os paulistas na Copa do Brasil (nas edições de 1993 e 2000, o Cruzeiro venceu e terminou campeão da competição). "É um momento diferente, se passaram muitos anos. Temos que nos apegar à confiança, jogar do jeito que estamos jogando, melhorar algumas coisas. Estamos trabalhando muito com o objetivo de fazer um grande jogo lá. Temos que acreditar sempre. Vamos em busca de uma vantagem e tentar fazer uma boa apresentação", completou o meio-campista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.