Rafael Ueta promete na Ponte Preta

Meio que por acaso, a Ponte Preta descobriu um novo goleador. É o jovem Rafael Ueta, que vinha sendo aproveitado no elenco como segundo volante, mas que de repente ganhou funções diferentes com a chegada do técnico Estevam Soares. Os dois gols marcados no empate por 3 a 3 com a Portuguesa Santista, domingo, em Campinas, comprovaram a tese do treinador de que Ueta deve mesmo jogar mais adiantado. "O Estevam me disse que iria me usar mais à frente para aproveitar minha finalização. Aceitei a idéia e funcionou bem", comentou Ueta, que espera brilhar este ano no time campineiro.Ele ainda demonstra muita personalidade ao comentar sobre a pressão e necessidade de sempre vencer no futebol. "Eu venço e nós perdemos, então precisamos lutar sempre para ganhar", diz o meia-atacante, de 20 anos, mas de muita maturidade. Embora ele seja canhoto, marcou um dos gols com a perna direita.E deve continuar atuando como atacante, porque a diretoria ainda não conseguiu contratar um jogador para a posição. Fora de campo, Rafael parece ter conquistado de vez a confiança do treinador: "Ele (Rafael) tem feito tudo como treinamos. Ele provou que vai ter futuro e pode ser muito útil à Ponte Preta", prevê Soares.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2004 | 18h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.