AFP
AFP

Rafinha Alcântara rebate o pai: 'Estou no Barcelona, o melhor time do mundo'

Jogador é filho do ex-meia Mazinho, campeão mundial pela seleção brasileira na Copa de 1994

Estadao Conteudo

22 de novembro de 2018 | 16h50

Uma dia depois que seu pai externou o desejo de ver o filho mais novo fora do Barcelona, Rafinha Alcântara fez questão de negar nesta quinta-feira essas afirmações. "Meu pai errou ao dizer aquilo. Foi exatamente ele quem me ensinou sobre os valores e o esforço que me fez chegar até aqui", declarou o filho do ex-meia Mazinho, campeão mundial pela seleção brasileira na Copa do Mundo de 1994.

O lateral, de 25 anos, continuou. "Sou um jogador do Barça e estou totalmente comprometido com a equipe. Minha cabeça está no Barcelona." No final, demonstrou humildade na busca por uma vaga na equipe. "O que mais me incomodou foi que meu compromisso foi colocado em dúvida. Estou jogando pelo melhor time do mundo. A disputa é muito competitiva e tenho que trabalhar bastante para ter chances."

Sobre o clássico com o Atlético de Madrid, sábado, pela 13ª rodada do Campeonato Espanhol, o brasileiro comentou que "jogos como este falam por si. Estamos muito motivados para trabalhar arduamente para este duelo. Vamos dar tudo o que temos. O Atlético é forte e a disputa desta temporada está muito apertada."

Rafinha espera ter uma boa participação na partida. "Trata-se de um confronto direto entre dois candidatos ao título e faremos tudo o que pudermos para conseguir os três pontos. Como membro da equipe, esses jogos são especialmente empolgantes. Estou trabalhando o máximo que posso para ter mais tempo de jogo."

Em entrevista ao site do clube catalão, o lateral comentou sua participação nos amistosos pela seleção brasileira, na Inglaterra, diante de Uruguai e Camarões: "Fiquei muito feliz por ser escolhido para a seleção. É sempre maravilhoso representar o seu país, mas agora preciso virar a página e me concentrar no meu clube."

O Barcelona lidera o Campeonato Espanhol, com 24 pontos. Sevilla, Alavés e Atlético de Madrid somam 23 cada. O Espanyol tem 21, enquanto o Real Madrid, em sexto, acumula 20.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.