Alexandre Vidal / Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo

Rafinha encaminha negociação com o Olympiacos e deve deixar o Flamengo

Diretoria rubro-negra tentou fazer com que o atleta mudasse de ideia, mas não obteve sucesso

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2020 | 10h39

O lateral-direito Rafinha não deve mais jogar no Flamengo. O experiente jogador aceitou uma proposta do Olympiacos, da Grécia, feita na última quarta-feira. A diretoria de futebol rubro-negra tentou fazer com que o atleta mude de ideia, mas não obteve sucesso, já que a oferta dos gregos seria irrecusável.

A tendência é que o o Flamengo anuncia ainda nesta sexta-feira a saída do jogador. Isso porque o vice-presidente de futebol rubro-negro, Marcos Braz, convocou uma coletiva para o início da tarde. Portanto, o lateral não deve viajar com seus demais companheiros para enfrentar o Coritiba.

Os dirigentes da Gávea foram pegos de surpresa. Eles até tentaram reverter a proposta do clube grego, mas não tiveram chances. Além de luvas, Rafinha deve receber o triplo do que ganha atualmente no Flamengo. A diretoria rubro-negra não gostou da maneira que a negociação foi conduzida, mas respeitou a decisão do atleta.

Com a janela de transferências para o exterior fechada, o Flamengo terá que recorrer ao mercado interno. Além de João Lucas, o clube não possui outra peça de reposição no elenco profissional. Por isso, Matheusinho, do sub-20, deve ser promovido.

Pouco mais de um ano após sua chegada ao Rio de Janeiro, Rafinha disputou 46 partidas e conquistou cinco títulos. Essa é a segunda baixa inesperada no Flamengo. Em julho, o clube não cogitava uma possível saída do treinador Jorge Jesus e não apresentou um “Plano B” imediato para repor o vácuo deixado pelo português.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.