Carlos Barria/Reuters
Carlos Barria/Reuters

Rakitic diz que Croácia 'terá que ser perfeita' para vencer a Argentina

Companheiro de Messi no Barcelona, meia alerta sobre perigos sobre a seleção sul-americana

Estadão Conteúdo

20 Junho 2018 | 14h18

O meia Rakitic tem a receita para a seleção da Croácia vencer a Argentina nesta quinta-feira, às 15 horas (de Brasília), em Nizhny Novgorod, no duelo que abre a segunda rodada do Grupo D da Copa do Mundo. Segundo o meia, os croatas, que estrearam com vitória no Mundial, têm que fazer uma partida impecável para vencer os rivais sul-americanos.

+ Suárez marca em 100º jogo pela seleção, Uruguai vence Arábia e avança às oitavas

+ Sampaoli alivia pressão sobre Messi: '40 milhões de argentinos erraram o pênalti'

+ Empresa demite funcionário que constrangeu russas durante a Copa

"Para ganhar da Argentina, temos que ser perfeitos", afirmou Rakitic. "Vamos trabalhar para tornar a partida complicada, para que eles não gostem do jogo, e possamos jogar. Enfrentar a Argentina e o melhor do mundo em uma Copa é um orgulho", completou, referindo-se a Lionel Messi.

Rakitic conhece o rival argentino muito bem, já que é companheiro do craque no Barcelona. Apesar de saber tudo sobre o jogador eleito o melhor do mundo por cinco vezes, ele crê que será muito difícil marcá-lo.

"Não há nada que não seja conhecido sobre Messi. Tudo sobre ele é sabido. Mesmo assim é muito difícil dar algum segredo sobre ele para o nosso treinador. Ele é o melhor jogador do mundo e é quase impossível pará-lo", disse.

 

Os croatas terão mudanças para o difícil duelo com os argentinos. O técnico Zlatko Dalic disse que mexerá no time, mas não revelou quais serão as mudanças e apenas afirmou que não mudará a forma do time jogar.

"Faremos algumas mudanças", limitou-se a dizer. "Não é hora para grandes alterações. Vamos seguir jogando da mesma forma", completou o treinador, que pode, pela qualidade do rival, tirar um jogador de ataque para reforçar a marcação no meio-campo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.