Christophe Simon/AFP
Christophe Simon/AFP

Rakitic sai em defesa de Neymar: 'É um dos meus jogadores favoritos'

Destaque da Croácia disse não entender o motivo por tantas críticas ao atacante brasileiro

Estadão Conteúdo

29 Junho 2018 | 06h30

O meio-campista croata Ivan Rakitic, um dos destaques da Copa do Mundorasgou elogios ao brasileiro Neymar em entrevista coletiva desta sexta-feira, antes do treino de sua seleção em Roschino. O volante do Barcelona disse não entender o motivo por tantas críticas ao atacante do Paris Saint-Germain e o considera um dos melhores do mundo.

+ Mata-mata terá duelo de campeões mundiais

+ Osorio, de torcedor a treinador do México e agora rival do Brasil

"Neymar é um dos meus jogadores favoritos. Teria ele sempre em minha equipe. Tem um jogo especial que nem sempre todos gostam, mas é seu estilo. Ele gosta de jogar futebol e toma muitas pancadas", afirmou.

Rakitic atuou com Neymar durante três temporadas no Barcelona. Por conta desse período juntos e da amizade, o croata acompanhou a lesão do brasileiro com apreensão e comemorou seu retorno aos gramados a tempo de jogar a Copa do Mundo. "Acredito que ele está evoluindo. Ele já deve pensar menos em sua lesão. Espero que faça o melhor neste Mundial", opinou.

 

 

Além de Neymar, Rakitic se mostrou feliz com outro companheiro de Barcelona, o zagueiro Yerry Mina, que marcou dois gols pela Colômbia na fase de grupos - o último deles decretou a vitória sobre Senegal por 1 a 0. "Ele trabalhou muito na equipe neste ano. Merece tudo de melhor", afirmou.

Em relação a Messi, Rakitic foi mais cauteloso. Ele elogiou o desempenho do craque do Barcelona, mas avisou. "Desejo todo êxito a todos os meus companheiros de Barcelona, exceto quando jogam contra a Croácia", finalizou.

A Croácia arrasou a Argentina na primeira fase com uma vitória por 3 a 0 e se classificou em primeiro lugar no Grupo D com 100% de aproveitamento. Nas oitavas de final, os croatas enfrentarão a Dinamarca no domingo, às 15h (de Brasília), em Novgorod. Um eventual novo confronto com os argentinos ou um duelo contra a seleção brasileira só seria possível na final da Copa. Rakitic pode encontrar a Colômbia, de Mina, nas semifinais.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.