JF Diório/AE - 30/1/2011
JF Diório/AE - 30/1/2011

Ramírez pede que vermelho contra Tolima seja esquecido

Peruano tenta escrever nova história no Corinthians e enaltece bom momento no clube

Fábio Hecico, Agência Estado

23 de fevereiro de 2012 | 18h44

Autor de um dos gols do Corinthians na vitória sobre a Portuguesa, nesta quarta-feira, no Pacaembu, o meia Luiz Ramírez tenta ainda dar um novo rumo à sua história no clube alvinegro. Há mais de um ano, ele foi expulso logo depois de estrear com a camisa corintiana. O problema é que aquele jogo foi o da eliminação na pré-Libertadores, diante do Tolima.

Um ano depois e sem conceder entrevista coletiva desde então, o peruano topou falar com a imprensa nesta quinta-feira e pediu para que o fatídico jogo contra os colombianos fosse esquecido.

"Acho que passado é passado, mas acho engraçado. Sempre que falam da minha pessoa lembram desse tema. Quando fiz o gol contra o Palmeiras no Paulistão (que decidiu a decisão por pênaltis), vieram e me perguntaram do Tolima. No gol contra o Ceará também: ''fez a coisa certa, lembra do Tolima?''. Mas estou tranquilo", disse o peruano.

Ramírez agradeceu o apoio do técnico Tite, que manteve o jogador no grupo e confiou nele apesar do início ruim. "Conversei muito com ele. Lembram muito desse jogo, mas fiz coisa boa também. Agora é seguir trabalhando para ter mais confiança do treinador."

O peruano, que já marcou cinco gols com a camisa do Corinthians, vai desfalcar a equipe na quarta-feira, contra o Catanduvense. Isso porque viaja no domingo para se juntar à seleção do Peru, que fará amistoso contra a Tunísia daqui a uma semana. Ele acha, porém, que a convocação não atrapalha seus planos de se firmar na equipe.

"Todos no mundo gostariam defender seu país, é um privilégio jogar na seleção. Tem essa coisa de atrapalhar em ter oportunidade no clube, mas ano passado optei por ficar no time e por consequência tive a lesão. Agora a seleção está precisando que volte após um ano e já optei por ir para lá", revelou Ramírez.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthiansCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.