Daniel Augusto/Agência Corinthians
Daniel Augusto/Agência Corinthians

Ramiro defende Tiago Nunes no Corinthians: 'Todos gostam do trabalho'

Resultados ruins pressionam o técnico logo em seus primeiros meses à frente do clube

Redação, Estadao Conteudo

06 de abril de 2020 | 21h54

A temporada 2020 do Corinthians era decepcionante até a pausa das competições em função da pandemia do coronavírus. Afinal, o clube foi eliminado logo nas fases preliminares da Copa Libertadores e tinha chances remotas de classificação às quartas de final do Campeonato Paulista. Os resultados ruins pressionam o técnico Tiago Nunes logo em seus primeiros meses à frente do clube, mas ele ganhou uma defesa nesta segunda-feira.

Ramiro, em entrevista à ESPN Brasil, fez elogios ao técnico. Ele assegurou que o elenco aprova o trabalho do treinador e o estilo que busca implementar à frente do Corinthians. O meio-campista avaliou que a cobrança é natural por causa dos resultados aquém dos esperados, mas assegurou que Tiago Nunes e o elenco, unidos, podem dar a volta por cima e superar os questionamentos.

"O que eu percebo dentro do elenco é que todos gostam do trabalho. Jogador gosta de jogar com a bola no pé. Todos têm procurado executar da melhor maneira. Como os resultados não vieram, começam os questionamentos. Em clube grande, isso faz parte. O Tiago está preparado para enfrentar isso com os jogadores", disse.

À frente do Corinthians, Tiago Nunes tem apenas 39% de aproveitamento nos jogos oficiais. São 12 partidas disputadas, com três vitórias, cinco empates e quatro derrotas. Em função da pausa no calendário, o elenco está em férias de 20 dias, iniciadas na última quarta-feira. A data para a retomada das competições ainda é uma incógnita.

Fora da Libertadores, o time era o terceiro colocado do Grupo D do Paulistão, com cinco pontos de desvantagem para a zona de classificação às quartas de final a duas rodadas do fim.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansRamirofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.