Ramon admite que críticas ao Flamengo são justas

O lateral-esquerdo Ramon chegou ao Flamengo neste mês, mas já sente a pressão no novo clube. Após participar das derrotas para Corinthians e Cruzeiro, que inclusive provocaram a queda do técnico Joel Santana, o jogador avaliou como justas as cobranças sobre o time, mas prometeu que a equipe vai evoluir no Campeonato Brasileiro.

AE, Agência Estado

25 de julho de 2012 | 08h59

"Um clube com a dimensão do Flamengo, com a torcida que tem, a gente sabe que tudo repercute muito. A cobrança é justa. O Flamengo não merece estar no 10º lugar. O grupo é muito bom. A conversa com o Zinho (segunda-feira) foi muito boa e creio que agora o Flamengo só vai subir", afirmou.

Pressionado, o Flamengo receberá a Portuguesa na quinta-feira, no Engenhão, com a obrigação de se recuperar. Uma das esperanças da equipe estará depositada no meia Mattheus, de 18 anos, que deve ser titular. Assim, Ramon prometeu ajudar o garoto a não se abalar com o clima conturbado do clube.

"O Mattheus é um garoto, precisa amadurecer, mas não é bobo, tem uma personalidade incrível. Ele entrou no domingo (contra o Cruzeiro) e jogou bem. Espero que ele se encaixe bem na equipe. Vamos ajudá-lo, não só ele, mas o Adryan também", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.