Gabriel Baron / Botafogo
Gabriel Baron / Botafogo

Ramón Díaz promete mudanças e aponta o Botafogo como protagonista nas competições

Técnico promete alterações táticas no time e espera que jogadores entendam rapidamente a proposta

Redação, Estadão Conteúdo

10 de novembro de 2020 | 17h08

A torcida do Botafogo pode esperar uma equipe diferente na segunda-feira, diante do Bragantino, às 20 horas, no Engenhão, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. A promessa é do argentino Ramón Díaz, apresentado nesta terça-feira, em uma entrevista coletiva, como novo treinador da equipe.

"Na segunda vão ver algo diferente. Espero que os jogadores entendam como vamos jogar taticamente rapidamente e os resultados que precisamos alcançar. Temos confiança no jogadores. Sabemos que o clube está passando por situação que está na zona de rebaixamento, mas tem bons jogadores, tem tudo para sair da situação. Com o trabalho de todos, vamos adiante", disse o técnico, deixando escapar que seu foco será no setor defensivo.

"Na última partida com o Bahia vi que o Botafogo tinha possibilidade de ganhar e também de perder, foi o que aconteceu. Algumas coisas vamos trocar na parte tática, no treinamento e tratar de que o grupo entenda rapidamente a proposta. No Botafogo me parece que a parte defensiva é jovem, muito rápida, os laterais atacam. Vamos mudar algumas coisas táticas. Mas o que mais me agrada é que temos juventude. Podemos usar a dinâmica", disse o treinador, referindo-se à derrota para o Bahia na última rodada.

O fato de o time estar em 17º lugar, o primeiro da zona de rebaixamento, com apenas 20 pontos ganhos, não incomoda o ex-jogador da seleção argentina, autor do gol na derrota para o Brasil, por 3 a 1, na Copa do Mundo de 1982. "A equipe precisa entender que cada ponto é importante. Vamos tratar que a equipe tenha outra mentalidade, outro ritmo, outra agressividade. Já estou falando com os jogadores, vamos trabalhar para que mostrem isso nas partidas. Os jogadores precisam mostrar um espírito diferente. Saber atacar, defender. Saber que estão em um clube grande. Tem que ser protagonista no futebol brasileiro."

Antes de fazer sua estreia à beira do gramado, Ramón Díaz terá de se ausentar por dez dias para ser submetido a uma cirurgia na Argentina. Neste período, o time será dirigido pelo filho e auxiliar Emiliano Díaz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.