Bruno Haddad/ Cruzeiro EC
Bruno Haddad/ Cruzeiro EC

Ramon lamenta maratona de jogos do Cruzeiro, e Rômulo critica gramado após derrota

Equipe celeste ainda corre risco de ficar fora da próxima fase em caso de novo tropeço da última rodada

Redação, Estadão Conteúdo

18 de abril de 2021 | 13h46

O Cruzeiro foi surpreendido pelo Pouso Alegre, que, com a vitória por 1 a 0 neste domingo, encerrou a sequência positiva de três jogos do time do técnico Felipe Conceição no Campeonato Mineiro. Para o zagueiro Ramon, a maratona de jogos atrapalhou a equipe celeste.

"A gente sabia que seria um jogo difícil. Tivemos uma viagem longa da Copa do Brasil e chegamos aqui dois dias antes. Temos que trabalhar e recuperar na próxima rodada. Não tem nada perdido", analisou.

O volante Rômulo, por sua vez, criticou o gramado do Manduzão. Essa foi a primeira vez que ele começou como titular desde que voltou ao Cruzeiro. Rômulo havia entrado no decorrer das partidas contra Boa Esporte, Coimbra, Atlético e América-RN.

"A gente não está acostumado a jogar com um campo assim, em que a bola está quicando bastante. As condições não são das melhores. É um jogo completamente diferente do nosso estilo. Então tivemos que ir por bolas paradas", comentou.

O resultado até manteve o Cruzeiro no G-4, em terceiro lugar com 17 pontos, mas viu o Tombense encostar com a mesma pontuação e até mesmo o Pouso Alegre chegar, no quinto lugar com 15 pontos. O time do técnico Felipe Conceição poderia ter se classificado se tivesse vencido. Na 11ª e última rodada da fase inicial, receberá a Patrocinense no domingo, às 16 horas, no Mineirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.