Ramon minimiza risco de rebaixamento do Flamengo

Mesmo sem vencer há sete rodadas na competição, o lateral-esquerdo garante não estar preocupado

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2012 | 16h21

RIO - O Flamengo está apenas em 16º lugar no Campeonato Brasileiro, com 28 pontos, e está há sete rodadas sem vencer na competição, mas o lateral-esquerdo Ramon garante que não está preocupado com o risco de rebaixamento da equipe. O jogador lembrou que o time só depende de si para continuar na elite do futebol nacional.

"Depende só da gente. Se a gente dependesse de outros resultados, eu me preocuparia sim. Mas como temos que pensar em cima, precisamos só fazer a nossa parte", afirmou o lateral-esquerdo, apostando que logo o Flamengo estará em situação mais tranquila no Campeonato Brasileiro.

Ramon avaliou que o time precisará ter cuidado com o contra-ataque do Atlético Goianiense na partida de domingo, no Estádio Serra Dourada. "O campo lá é muito bom de jogar, mas realmente o clima é muito quente. Mas o que me preocupa mesmo é a equipe do Atlético, que é boa, rápida e leve. Eles jogam muito no contra-ataque, em função do campo ser muito grande", disse.

Para Ramon, o duelo com o Grêmio, que terminou empatado por 1 a 1 no último domingo, marcou uma mudança de postura do Flamengo, tanto que o time teve o desempenho aprovado pelo torcedor que foi ao Engenhão, mesmo sem conquistar a vitória.

"Flamengo é muita emoção, muita vontade e muita raça. Por mais que a gente não tenha vencido o jogo, a gente mostrou que queria vencer. Lutamos muito. E acho que a torcida percebeu isso. Eu, particularmente, senti a energia da torcida. E aproveito para fazer um apelo para que eles continuem nos apoiando e comparecendo", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengoRamon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.