Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Ramon pede que Vasco aproveite má fase do Sport para recuperar pontos perdidos

Equipes se enfrentam na segunda-feira, no Recife, pelo Campeonato Brasileiro

Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2017 | 17h04

Depois da derrota de domingo para o Corinthians e um dia de folga, o Vasco iniciou nesta terça-feira a preparação para encarar o Sport, na segunda que vem, no Recife. Mesmo atuando na casa do adversário, o lateral Ramon considerou que o time carioca precisa da vitória para recuperar os pontos perdidos em São Paulo e continuar na briga pelo G-6 do Campeonato Brasileiro.

"Já que perdemos para o Corinthians, temos que vencer essa partida fora, para seguirmos em busca do nosso objetivo. É preciso saber jogar lá, saber usar o fato do Sport não vir bem no segundo turno para que a gente possa fazer as coisas favoráveis para o nosso lado. Vamos em busca dos três pontos", declarou nesta terça.

Leia Também

Página do Vasco

De fato, o Sport conquistou apenas um ponto nos cinco jogos disputados no segundo turno do Brasileirão. Na segunda, o time pernambucano vai ter a seu favor o fato de atuar diante de sua torcida na Ilha do Retiro, mas Ramon considerou que o Vasco poderá vencer no Recife se repetir a atuação da derrota de domingo, principalmente a do primeiro tempo.

"É muito difícil jogar na Ilha do Retiro. Lá, o clima é bem quente, um pouco diferente do que nós estamos acostumados aqui. É uma equipe que joga muito com sua torcida, que pressiona e joga para cima o tempo todo. A gente precisa tomar como exemplo esse primeiro tempo contra o Corinthians, em que fomos muito bem, e jogar os 90 minutos contra o Sport", afirmou.

A derrota para o Corinthians, aliás, gerou muita polêmica por conta do gol de mão marcado por Jô, o que resultou na implementação do árbitro de vídeo por parte da CBF a partir da próxima rodada do Brasileirão. Para Ramon, a utilização desta nova tecnologia só tem a agregar ao futebol do País.

"Vi que agora terá o árbitro de vídeo e acho muito válido, pois as coisas precisam acontecer de uma forma justa. Se foi gol inválido, tem que voltar atrás. Um pênalti mal marcado, da mesma forma. Hoje, o futebol está em um alto nível, se decide em pequenos detalhes, e esses pequenos detalhes tiram pontos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.