Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Raphael Veiga diz ter recusado sondagens para ficar no Palmeiras

Meia explica que após passar uma temporada emprestado ao Athletico-PR, quis buscar espaço no clube alviverde

Redação, O Estado de S. Paulo

10 de maio de 2019 | 16h02

O meia Raphael Veiga, do Palmeiras, contou nesta sexta-feira que teve chance de deixar o clube na janela de transferências. Depois de ter se destacado em 2018 na campanha do título da Copa Sul-Americana pelo Athletico-PR, time que defendeu por empréstimo, algumas propostas surgiram, mas o meia disse que não se interessou pelas oportunidades pois queria retornar à equipe alviverde.

"Lógico que tiveram algumas sondagens pelo ano que eu fiz e pelo título (da Copa Sul-Americana) também, mas preferi voltar e estou muito contente de estar aqui", afirmou Veiga em entrevista coletiva na Academia de Futebol. Nesta temporada o meia se reapresentou ao Palmeiras e até agora disputou oito partidas e marcou dois gols, um contra a Ponte Preta, pelo Campeonato Paulista, e outro diante do CSA, pelo Campeonato Brasileiro.

O meia explicou que como havia acabado de voltar de uma temporada emprestado ao Athletico-PR, considerou ser melhor continuar no Palmeiras em 2019 para conquistar espaço na equipe. "No final de 2017 eu achei que era momento de sair para o Athletico-PR para poder jogar. Embora tenha sido um momento difícil, acho que fui feliz na escolha porque me ajudou muito. Mas esse ano preferi voltar e achei que era o momento disso", comentou.

Veiga foi titular nos três últimos jogos do Palmeiras na temporada, contra CSA, Inter e San Lorenzo. O jogador chegou ao clube no início de 2017, após deixar o Coritiba e ser comprado por cerca de R$ 4,5 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.