Juan Medina/Reuters
Juan Medina/Reuters

Raúl confirma saída e se despede do Real Madrid

Atacante deixa o clube espanhol após 15 temporadas; artilheiro deve fechar contrato com o Schalke 04, da Alemanha

AE, Agência Estado

26 de julho de 2010 | 10h50

O atacante Raúl González confirmou nesta segunda-feira sua saída do Real Madrid depois de 15 temporadas, com o futebol alemão ou inglês sendo o seu provável destino. Maior artilheiro da história do clube, ele deu uma declaração oficial no Estádio Santiago Bernabéu, observado por torcedores, pelo técnico José Mourinho e pelo presidente Florentino Perez.

"O momento chegou, não?", disse. "Tinha a sensação de que isto tinha de acabar. Foram muitos anos. E foi um decisão que tomou muito tempo. [Mas] eu gostaria de continuar jogando e competindo", completou Raúl, que deve se transferir ao Schalke 04, apesar de ter se recusado a comentar o assunto.

"Eu quero experimentar um outro tipo de futebol, uma cultura diferente, é um desafio importante na vida", disse Raul. "Esta tarde ou amanhã eu vou decidir o meu futuro. Mas toda a minha atenção hoje está na minha despedida".

Raúl, que tinha ainda um ano de contrato com o Real Madrid, disse que também viajou para os Estados Unidos e a China com o objetivo estudar propostas de clubes. "Futebol alemão ou inglês, estes são os dois únicos lugares que eu iria", disse Raul sobre o seu novo destino. "Minha motivação é me manter jogando futebol".

O retorno Perez ao Real Madrid na última temporada provocou gastos de cerca de 250 milhões de euros, com as chegadas de Cristiano Ronaldo, Kaká e Karim Benzema. Assim, Raul viu-se relegado, na maioria dos jogos, ao banco de reservas. Ele marcou sete gols em 39 jogos na temporada 2009/2010.

Raul fez sua estreia ano Real Madrid aos 17 anos, em 1994 e passou toda a sua carreira no clube, com três títulos da Liga dos Campeões, seis espanhóis e dois Mundial Interclubes. Ele sai com 228 gols marcados pelo clube, e um recorde de 44 gols em 102 partidas pela seleção da Espanha. Ele também é o artilheiro das competições de clubes da Uefa, com 66 gols, incluindo 64 na Liga dos Campeões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.