Raulli tem problemas para escalar Mogi

O técnico do Mogi Mirim, Jorge Raulli, está cheio de dúvidas para escalar o time que enfrenta o vice-líder Botafogo-RJ, sábado, em Mogi, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O treinador ainda não definiu os substitutos para o zagueiro Chicão, expulso na vitória sobre o América-MG (3 a 0), e para o meia Batista, suspenso pelo terceiro amarelo. Como o recém-contratado zagueiro Marcão está entregue ao Departamento Médico, Marcelo Xavier e Paulinho disputam a vaga na defesa. Para o lugar de Batista, Raulli acenou com a possibilidade de improvisar o lateral Passos. Com isso, o reserva Bruno Leite ganharia a vaga na lateral-direita. O Mogi Mirim, que soma 21 pontos, ocupa a 19ª posição, espera manter o ritmo do jogo passado contra o América-MG e assim se reabilitar na Série B.

Agencia Estado,

20 de agosto de 2003 | 17h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.