Real dá vexame na despedida de 2005

O Real Madrid não consegue achar o rumo. Em sua última partida no ano, o time deu um grande vexame diante de sua torcida: perdeu por 2 a 1 para o Racing Santander, nesta quarta-feira, no Estádio Santiago Bernabéu. Com isso, caiu do terceiro para o quinto lugar e passará as festas de fim de ano a 11 pontos de distância do rival Barcelona (40 a 29), líder isolado do Campeonato Espanhol.A torcida não suporta mais tanta ruindade. Nesta quarta-feira, começou a vaiar ainda no primeiro tempo. E quando o árbitro encerrou a partida, intensificou o protesto. Robinho ? que foi substituído no intervalo ? e Julio Baptista, que só entrou aos 44 minutos da etapa final, são dois dos mais criticados pelos torcedores. Juntos, eles custaram mais de US$ 50 milhões (R$ 117,5 milhões) e até agora não chegaram nem perto de justificar tamanho investimento.O Racing Santander abriu o placar com um golaço de falta de Ayoze, aos 20 minutos. Seis minutos depois, o meia brasileiro Felipe Melo (ex-Flamengo e Cruzeiro) entrou livre na área e marcou na saída de Casillas.No intervalo, o técnico López Caro, que foi efetivado esta semana no cargo, tirou o atacante Robinho e o zagueiro Helguera e colocou os garotos Soldado e Balboa, que foram aplaudidos pelo público. O time melhorou um pouquinho, mas o suficiente apenas para fazer um gol inútil ? Ronaldo, de cabeça, aos 22 minutos.O Real voltará a jogar apenas no dia 8 de janeiro, quando enfrentará o Villarreal ? que tem 30 pontos ? fora de casa.Outros resultados da 17ª rodada do Campeonato Espanhol: La Coruña 1 x 2 Espanyol, Bétis 3 x 0 Alavés, Zaragoza 3 x 2 Athletic de Bilbao, Real Sociedad 2 x 0 Cadiz, Getafe 1 x 0 Sevilla 0 e Málaga 0 x 0 Villarreal.

Agencia Estado,

21 de dezembro de 2005 | 19h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.