Real defende a liderança na Espanha

O Real Madrid defende amanhã a liderança do Campeonato Espanhol atordoado por um problema igual ao que atrapalha o Palmeiras no Campeonato Paulista: o time está com todos os seus zagueiros machucados e o técnico Vicente Del Bosque só vai saber com quem poderá contar na partida contra o Racing de Santander, no Estádio Santiago Bernabeu, momentos antes do início do jogo. Para compensar, Ronaldo, em grande forma, está escalado. O problema é na zaga. Hierro e Helguera, os titulares, estão machucados, assim como seus reservas imediatos, Pavón e Rubén González. Apesar disso, Del Bosque não pretende improvisar - como terá de fazer seu colega palmeirense Jair Pereira. Ele espera poder escalar González, que ainda se recupera de fratura em um dos dedos da mão. Ao seu lado, se Pavón não estiver totalmente refeito de uma contratura muscular, o treinador vai recorrer a César Navas. Del Bosque não entra em detalhes sobre suas opções. Prefere elogiar Ronaldo, a quem criticou pouco tempo atrás e parece ter se arrependido. "A evolução dele tem sido positiva. O torcedor tem ótimas sensações com ele. Tem a expectativa de ver algo diferenciado e Ronaldo oferece essa possibilidade.? Com 48 pontos no campeonato, um a mais do que a Real Sociedad, o time de Madri não pode tropeçar. Do contrário, poderá até perder a liderança, já amanhã, para o Valencia, que tem 46 e recebe o Atlético de Madrid (7.º, com 35). O ataque tem sido a maior preocupação do técnico do Valencia, Rafael Benítez, nas últimas partidas. Por isso, amanhã ele deve promover a volta do argentino Pablo Aimar, que jogaria mais adiantado, formando dupla com Mista. Já o lateral-esquerdo brasileiro Fábio Aurélio será poupado. O Barcelona, que melhorou de rendimento desde que o técnico Radomir Antic assumiu, mas é apenas o 9.º colocado com 31 pontos, também joga em casa. O adversário é o Valladolid (11.º, com 30). O meia Cocu e o zagueiro Puyol, lesionados, continuam fora do time do Barça. Em La Coruña, o Deportivo (4.º colocado, com 45 pontos) enfrenta o Villareal (10.º, com 31), disposto a se recuperar da eliminação na Copa do Rei, durante a semana, quando perdeu a vaga na decisão para o Mallorca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.