Real joga mal, mas bate o Levante e segue líder na Espanha

Destaque do clube merengue, o atacante holandês Nistelrooy que marcou os dois gols da vitória por 2 a 0

13 de janeiro de 2008 | 18h22

Em noite inspirada do atacante holandês Ruud Van Nistelrooy, o Real Madrid bateu o Levante por 2 a 0, neste domingo, na Catalunha. A vitória mantém o clube merengue na ponta do Espanhol, com sete pontos de vantagem para o vice Barcelona. Veja também: Classificação / Calendário / Resultados Quem pensava que o Real Madrid dominaria fácil a partida se surpreendeu no primeiro tempo, pois foi o Levante que dominou as ações e chegou a sufocar o líder por alguns minutos. O goleiro Casillas, cuja escalação foi dúvida até antes do jogo por conta de uma forte gastroenterite, sofreu com as investidas do adversário. Por sua vez, o Real sofreu com as atuações discretas de jogadores como o brasileiro Robinho, Raúl, Gago e Sneijder - este último autor da melhor chance do time da capital no primeiro tempo. No segundo tempo, o técnico alemão Bernd Schuster mexeu no Real Madrid, colocou Guti no lugar do brasileiro Júlio Baptista e a equipe melhorou. Aos 26, Robinho ficou sozinho com o goleiro e, de perna esquerda, mandou a bola na trave. Pouco depois, aos 30, o zagueiro José Serrano, do Levante - companheiro de setor do brasileiro Álvaro - colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. O artilheiro holandês Ruud Van Nistelrooy não desperdiçou a chance e mandou a bola para o fundo das redes. Faltando dois minutos para o fim, o mesmo Van Nistelrooy fechou o placar com um forte chute rasteiro e cruzado, garantindo mais uma vitória para o Real.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato Espanhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.