Real Madrid abre mão de manter Robinho no elenco

Indignado com declarações do brasileiro, clube diz que 'não pretende manter um jogador que deseja sair'

Redação,

22 de agosto de 2008 | 21h15

A diretoria do Real Madrid cansou. Em nota, o clube madrileno afirmou que não fará muitos esforços para manter Robinho no elenco e que o jogador brasileiro pode se transferir para o Chelsea, de Felipão, se pagar a multa de seu contrato.   Veja também:Faça a sua aposta no Bolão Vip do Limão   Os dirigentes do Real ficaram indignados com as declarações do jogador, que disse que não pretendia continuar no clube na próxima temporada. Para os diretores, Robinho desrespeitou o Real e não tem mais clima para ficar.   Atendendo um pedido de Felipão, que quer ter o brasileiro, o Chelsea realizou um verdadeiro "bombardeio" sobre o Real para contratar Robinho. A última proposta oferecida pelo clube inglês gira em torno de R$ 90 milhões.   O futuro de Robinho deve ser definido nos próximos dias. Com a mudança de postura, o Real deve aceitar a oferta do Chelsea e liberar o atacante, que foi convocado nesta sexta-feira pelo técnico Dunga para defender o Brasil nas Eliminatórias da Copa.   ÍNTEGRA DO COMUNICADO DO REAL "1. O Real Madrid tomou conhecimento das declarações do jogador Robinho, lamentando-as profundamente dada a alta consideração pessoal e profissional que sempre teve pelo atleta."   "2. O Real Madrid nunca manterá em sua equipe um jogador contra sua vontade. A única coisa a ser feita é aceitar a resolução unilateral do contrato, se essa for a vontade do futebolista."

Tudo o que sabemos sobre:
Real MadridChelseaRobinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.