Paul White/AP
Paul White/AP

Real Madrid aceita negociar Kaká por R$ 115 mi, diz jornal

Clube, porém, afirmou que não pretende se desfazer do atleta, apesar de baixo rendimento

Agência Estado

15 de maio de 2011 | 09h59

LONDRES - De olho na próxima temporada, o Real Madrid já estipulou um valor para vender o brasileiro Kaká, afirmou o jornal inglês People neste domingo. O meia poderá ter seus direitos negociados por 50 milhões de euros, cerca de R$ 115 milhões, ao final da temporada. O clube, contudo, não confirmou que pretende se desfazer do atleta.

 

Em baixa na Espanha, Kaká teve uma temporada irregular, com seguidas lesões e poucas partidas na equipe titular do Real. Ele precisou ser submetido a uma cirurgia logo depois da Copa do Mundo da África do Sul, no meio do ano passado, e só conseguiu voltar aos gramados em janeiro.

 

Desde então, vem ganhando poucas chances no time, principalmente por conta da concorrência dos astros do elenco madrilenho. Depois do Mundial, o clube se reforçou com o alemão Özil, que se destacou na competição e ganhou a vaga entre os titulares no Real.

 

Os rumores de que Kaká poderia deixar o clube aumentaram na semana passada, quando a mãe do jogador disse que iria morar em Londres. Chelsea e Manchester City, que disputará a Liga dos Campeões pela primeira vez na próxima temporada, já haviam demonstrado interesse no atleta.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolReal MadridKakávalor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.