Odd Andersen/AP
Odd Andersen/AP

Real Madrid aprova ampla reforma do estádio Santiago Bernabéu

Em assembléia geral, membros decidiram por obra com 786 votos favoráveis a 10 contrários

AE, Agência Estado

25 de setembro de 2011 | 17h05

MADRI - A assembleia geral do Real Madrid aprovou neste domingo uma ampla reforma no estádio Santiago Bernabéu. Os membros do clube aprovaram a obra com 786 votos favoráveis ao projeto e apenas 10 contrários.

Construído há 63 anos, o estádio receberá uma nova fachada, além de uma cobertura que abrangerá todos os assentos das arquibancadas. Apenas o gramado permanecerá descoberto. Além disso, o projeto contempla o replanejamento urbanístico de todo o entorno do Santiago Bernabéu, com a construção de um estacionamento subterrâneo e a criação de áreas verdes.

Na sua apresentação aos membros da assembleia, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, afirmou que a reforma representa uma mudança radical na aparência do estádio. "Queremos adquirir a responsabilidade de manter nossa casa e fazer dela um símbolo universal", disse ele, que pretende fazer do Santiago Bernabéu um "estádio de elite" e um "símbolo da força do Real Madrid".

De acordo com o Real Madrid, o clube faturou 480 milhões de euros na temporada passada só com a venda de ingressos. Isso representa um crescimento de 8,6% em relação à temporada anterior. "É a maior renda do mundo e da indústria do esporte", exaltou Pérez.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolReal MadridCampeonato Espanhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.