Real Madrid atropela Liverpool fora de casa e vê vaga perto na Liga

Vitória merengue por 3 a 0 é construída ainda no primeiro tempo, com dois gols do francês Benzema e um tento de Cristiano Ronaldo

Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2014 | 18h45

O Real Madrid não tomou conhecimento do Liverpool e venceu com tranquilidade nesta quarta-feira, pela terceira rodada do Grupo B da Liga dos Campeões da Europa. Com muita autoridade, o time espanhol se aproveitou dos erros defensivos do rival para fazer 3 a 0 em pleno Anfield Road, manteve os 100% de aproveitamento e encaminhou a classificação para as oitavas de final do torneio.

O grande destaque da partida ficou por conta de Benzema. Participativo, o francês marcou duas vezes e ainda deu bons passes no ataque madrilenho. Cristiano Ronaldo, por sua vez, marcou seu 70.º gol em jogos de Liga dos Campeões e ficou a apenas um do recorde de Raul. Messi aparece na sequência com 69.

O resultado desta quarta-feira levou o Real Madrid a nove pontos em três partidas, seis à frente do Liverpool. Também com três pontos aparecem Ludogorets e Basel. As duas equipes também se enfrentaram nesta quarta e o Ludogorets, em casa, na Bulgária, levou a melhor por 1 a 0.

Agora, o Real se prepara para o grande clássico diante do Barcelona, sábado, no Santiago Bernabéu, pelo Campeonato Espanhol. No mesmo dia, o Liverpool pega o Hull City pelo Inglês. Na Liga dos Campeões, os dois times voltam a se enfrentar dia 4 de novembro, na Espanha. No mesmo dia, Basel e Ludogorets jogam na Suíça.

O JOGO - O Liverpool até teve bom momento no início, com Gerrard, mas a desatenção de sua defesa seria fatal. Aos 22 minutos, Cristiano Ronaldo tabelou com James Rodríguez, que deu cavadinha perfeita para o português. De primeira, o melhor jogador do mundo tocou com classe por cima de Mignolet, no canto direito, para abrir o placar.

Não demorou para que o segundo saísse, apenas sete minutos depois. James Rodríguez recuperou no campo de ataque, tocou para Cristiano Ronaldo, que abriu para Toni Kroos pela esquerda. O alemão levantou a cabeça e encontrou Benzema, que tocou com estilo de cabeça, encobrindo o goleiro.

Em nova bobeada do sistema defensivo inglês, o Real aproveitou mais uma vez para marcar o terceiro. Após escanteio da esquerda, a bola bateu em Pepe. O português, então, dividiu com Skrtel e Mignolet, a sobra ficou com Benzema, que só precisou rolar para o gol vazio para marcar seu segundo, aos 40.

Nos acréscimos, Philippe Coutinho ainda acertou a trave em pancada de fora da área. Para o segundo tempo, o Liverpool voltou sem o apagado Balotelli, que deu lugar ao meia Lallana. A substituição deixou a equipe mais ofensiva, mas com os muitos erros de passe no campo de ataque o contra-ataque madrilenho era uma ameaça real.

Foi desta forma que em duas oportunidades Cristiano Ronaldo perdeu a chance de ampliar. Na primeira, bateu bem, de esquerda, mas parou em Mignolet. Na segunda, recebeu passe incrível de Benzema, saiu de frente para o goleiro belga mas tocou mal, facilitando a tarefa do rival.

O Liverpool ficava mais com a bola no campo do rival, mas tinha dificuldade de invadir a área e finalizar. Um lance que representou bem isso aconteceu aos 26, quando Sterling recebeu pela esquerda e colocou na área. A bola pipocou na perna de Henderson, de Allen, mas ninguém finalizou. No lance seguinte, James Rodríguez, bem mais objetivo, bateu forte e quase ampliou.

Com o jogo já definido e pensando no clássico de sábado, o Real decidiu descansar suas principais peças, como fez o Barcelona na terça. Cristiano Ronaldo deu lugar a Khedira, Kroos saiu para a entrada de Illarramendi e Marcelo foi substituído por Nacho. O Liverpool teve a última chance com Sterling, de cabeça, mas o desânimo já tomava conta dos ingleses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.