Gustau Nacarino/Reuters
Gustau Nacarino/Reuters

Real Madrid bate Espanyol por 1 a 0 e fica em vantagem na Copa do Rei

Time de Cristiano Ronaldo deu um grande passo para chegar à semifinal da competição

AE, Agência Estado

21 de janeiro de 2014 | 20h01

BARCELONA - O Real Madrid deu um grande passo para chegar à semifinal da Copa do Rei e possivelmente encontrar seu algoz na edição passada, o rival Atlético de Madrid. Nesta segunda-feira, com Cristiano Ronaldo passando em branco, a equipe venceu o Espanyol por 1 a 0 em Barcelona e ficou em vantagem nas quartas de final da competição.

Levando a competição a sério, Carlo Ancelotti escalou o que tinha de melhor para jogar no Cornellà-El Prat, com Benzema, Bale e Cristiano Ronaldo formando o ataque titular. No gol, como tem acontecido na Copa do Rei e na Liga dos Campeões, Casillas ficou com a vaga de Diego López, que joga no Campeonato Espanhol.

Mais incisivo, o Real Madrid buscou o gol desde o início e abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo. Arbeloa fez a jogada pela direita e levantou na área. Bale deu uma leve desviada de cabeça, mas não atrapalhou que Benzema chegasse atrás dele e testasse firme para fazer aquele que seria o único gol da partida.

O placar só não foi mais elástico porque o goleiro do Espanyol, Casilla, teve mais uma ótima atuação, honrando a similaridade do seu nome com o do titular da seleção espanhola. Cristiano Ronaldo, um dia depois de ser condecorado pelo governo do seu país, teve boa chance pelo alto, mas exagerou na força ao cabecear para o chão, a bola quicou e foi por cima do travessão.

O jogo da volta entre Real e Espanyol será na terça-feira da semana que vem, no Santiago Bernabéu. Pelo mesmo lado da chave, Atlético de Madrid e Athletic Bilbao jogam quinta-feira no Vicente Calderón. O Barcelona joga quarta, contra o Levante, em Valência. Já a Real Sociedad recebe o Racing Santander, da terceira divisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.