Emílio Naranjo/EFE
Emílio Naranjo/EFE

Real Madrid comemora a volta dos gols de Benzema

Atacante francês marcou 3 gols na vitória por 4 a 0 sobre o Auxerre, pela Liga dos Campeões

AE, Agência Estado

09 de dezembro de 2010 | 11h44

Quando foi contratado por 35 milhões de euros (cerca de 79 milhões de reais), em julho do ano passado, o francês Benzema chegou para ser o artilheiro do Real Madrid. Mas, desde então, ele não conseguiu se firmar no time titular, ficando a maior parte do tempo na reserva, longe dos gols. Na última quarta-feira, porém, o atacante teve a chance de jogar contra o Auxerre, pela Liga dos Campeões da Europa, e marcou três gols na vitória por 4 a 0.

Nesta temporada, Benzema tinha marcado apenas três gols em todas as competições disputadas pelo Real, mas dobrou esse número com a performance de quarta-feira, quando o time de Madri garantiu a melhor campanha da fase de grupos da Liga dos Campeões - entrou em campo já classificado para as oitavas de final. Por isso mesmo, a performance do atacante francês de 22 anos foi bastante comemorada por todos em Madri.

"Foi muito bom para mim e para o time (a boa performance diante do Auxerre). Estou me sentindo na melhor forma desde que cheguei aqui. E preciso continuar trabalhando duro para manter isso", afirmou Benzema, que tem ganhado mais oportunidades como titular depois que o atacante argentino Higuaín sofreu contusão. "Agora que estou tendo mais minutos em campo, quero aproveitar", completou o jovem francês.

"Devemos comemorar o bom jogo que Benzema teve porque ele merece. Ele tem trabalhado muito bem, é muito profissional e muito importante para nós", elogiou o português Cristiano Ronaldo, principal astro do Real Madrid e autor do outro gol na vitória sobre o Auxerre - já soma 21 gols marcados somente nesta temporada. Assim, o atacante francês finalmente começa a conquistar seu espaço no clube espanhol.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolReal MadridBenzema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.